quinta-feira, 24 de março de 2011

3 notícias, e um prefácio

Boa tarde pessoas õ/

é, é, sumi mais tempo que antes, eu sei ù.u
Pensem pelo lado positivo, eu apareci e postei algo útil -q

Bom, esse papo furado não serve de nada pra vcs, então, bora pro que interessa -q

Em primeiro lugar, venho falar de algo que há muito tempo fiquei de contar pra vocês, mas ainda estava em fase de teste.

Tumblr

O que há de bom nisso?
Simples, é um blog =)

De modo geral, é bonito, interessante, é bem interativo e organizado. Se alguém aí tiver tumblr, me siga o comente aí, postando o endereço do seu \õ/
O meu, clica aê:

Cantinho do Kelvinouteiro nº2

Segunda coisa, tenho pensado muito em fazer um vídeo e posta-lo por aqui, mas estou sem idéias. Como tem bastante gente dizendo que curtiu o meu vídeo anterior, em que eu tocava violão e falava besteira (xD), quero muito fazer outro pra ver se devo ou não começar a faze-los direto -q
Até lá, veremos oq faço de bom xD

Terceira notícia, e não menos importante:

VOLTEI A ESCREVER, CARAMBA!!!!! -QQQQQ

Sério, meu espírito de escritor que estava enterrado há mais de 3 anos, voltou essa semana e com força total -q

Se vocês quiserem ler, segue a baixo e no meu tumblr, qualquer coisa, no que vocês acharem melhor para ler... esqueci do que estava falando no meio dessa frase '-'

Enfim, é só o prefácio, sem nome, sem nada, mas se vcs curtirem, dá up aí pra mim continuar em capítulos õ/

Gabriel já tinha visto aquela cena antes, não do mesmo modo e nem no mesmo lugar, mas sabia que isso voltaria a acontecer mais cedo ou mais tarde.

Em suas mãos, uma pistola semi-automática com 3 balas, mas devido à sua péssima mira, não acertaria nenhum alvo. O local era uma quadra de esportes escura e com uma rede de vôlei armada no meio, apenas uma saída, e 8 homens segurando bastões de ferro e tacos de baseball cercando-o.

Gabriel sabia que aquela situação era uma desvantagem, não para ele, mas para os homens que queria bater nele por algum motivo mais absurdo do que banal. Mas lá estava ele de novo, com medo de começar a briga e ter seu segredo revelado. Aquilo que ele tinha se esforçado ao máximo para manter em segredo e ter uma vida normal, como ele sempre quis, mas como sempre, haveria alguém para estragar todo o seu esforço.

Nesse momento, imagens do seu passado começam a passar na sua cabeça, situações parecidas e o estrago que elas haviam feito, o esforço de sua mãe e seu pai em manter seu filho de cabeça erguida e proteger ele, embora não houvesse sentido nem motivo para isso... Quem sabe se ele tivesse uma vida normal ele não precisasse ter que mudar tanto de cidades, nomes e abandonar amigos e tivesse uma vida feliz, casado e morando no sítio que seus deixaram a ele de herança...

Voltando pra realidade, embora ele não quisesse, o 8 homens ainda estavam lá, se aproximando cada vez mais, com uma sede incontrolável por sangue, ou algo parecido. Gabriel sabia que teria que tomar alguma atitude para que “aquilo” não voltasse à acontecer, mas foi aí que ele percebeu que...


Enfim, é termina por aí. Quer mais, comenta ù.u
Abraços, pessoas õ/ E até a próxima =D
Nos siga em outras redes sociais!